Top Stores

Deputado apoia vacinação do presidente: “a palavra convence, mas o exemplo arrasta”

Aliado se mostra favorável à vacinação de Jair Bolsonaro

Top Stories

Enquanto a corrida continua para vacinar a população brasileira, nos últimos dias muito tem se falado sobre a vacinação do presidente, pois o chefe do Poder Executivo falou sobre a possibilidade de se vacinar ainda neste início de mês, após ter afirmado, em outros momentos, que não tomaria o imunizante. Sobre o assunto, entenda melhor hoje, sábado (03/04).

A notícia foi divulgada após Jair Bolsonaro (sem partido) informar a um interlocutor a possibilidade de se vacinar, contradizendo-se e mostrando uma mudança de comportamento.

A fala, como de costume, gerou comentários de outros parlamentares que se posicionaram sobre o contexto. Entre eles, o deputado federal Otoni de Paula (PSC-RJ) da base aliada.

Vacinação do presidente: “A palavra convence, mas o exemplo arrasta”; dispara deputado – Imagem: Divulgação / PR

Vacinação do presidente é defendida por aliado

Na última quinta-feira (01 de abril), o presidente informou em uma live que ainda iria se decidir a respeito da decisão de tomar ou não a vacina contra a Covid-19.

Segundo Bolsonaro, somente após a vacinação em massa acontecer, ele deverá tomar o imunizante. Confira, na íntegra, a fala do presidente:

“Eu acho que o que deve acontecer, depois que o último brasileiro for vacinado, sobrando uma vacina, daí eu vou decidir se vacino ou não. Esse é um exemplo que um chefe tem que dar”.

Contudo, na sexta-feira seguinte (02 de abril), Bolsonaro informou ao Ministério da Saúde sobre a possibilidade de se vacinar neste sábado (03 de abril) – data em que as pessoas com 66 anos de idade (idade de Jair) começaram a ser vacinadas no Distrito Federal.

Novas informações ainda não foram divulgadas. No entanto, o deputado Otoni de Paula se posicionou em favor da vacinação do presidente.

Em sua conta pessoal do Twitter, o deputado escreveu:

Vacinação do presidente: "A palavra convence, mas o exemplo arrasta"; dispara deputado
Vacinação do presidente: “A palavra convence, mas o exemplo arrasta”; dispara deputado – Imagem: Reprodução Twitter @OtoniDepFederal

Diversos políticos já foram vacinados, como governadores da oposição e também o ex-presidente Lula.

MEI vai receber auxílio emergencial em 2021?

Com a expectativa pela confirmação do retorno do benefício pago durante o ano de 2020 às famílias de baixa renda, trabalhadores informais, desempregados buscam informações sobre quem tem direito.

O auxílio emergencial pago durante nove meses de 2020 teve como público-alvo os brasileiros considerados como de baixa renda, que vivem em casas com família sem renda fixa. Desta forma, o benefício serviu para auxiliar esta parte da população no dia-a-dia enquanto durasse o período de calamidade pública.

Rate this post

Para obter mais conteúdos siga o Tecno Notícias no Google News.
Comentários
Loading...