Rio de Janeiro confirma 35 casos de varíola: novo vírus assusta moradores

Veja como está a situação de saúde do Rio de Janeiro com a presença do novo vírus.

Anúncio


Rio de Janeiro confirma 35 casos de varíola! Novo vírus assusta moradores. Veja agora no blog Tecno Notícias a novas doenças no Brasil. Após o surgimento da COVID-19, o surgimento de um novo vírus assusta pessoas ao redor do mundo. Estamos falando da varíola do macaco que está, atualmente, presente no Brasil.

Continua depois da publicidade

Rio de Janeiro confirma 35 casos de varíola: novo vírus assusta moradores

A varíola dos macacos é uma doença identificada pela primeira vez em humanos na década de 1970 no Congo. Atualmente, alguns casos voltaram a aparecer em diversos países e regiões diferentes do mundo. No Brasil já registro em vários estados. Sendo que os primeiros casos tinham registro de viagens recentes para o exterior.

Situação no Rio de Janeiro

Na última quarta-feira, dia 13 de julho de 2022. A Secretaria de Saúde do Rio de Janeiro confirmou 35 casos de varíola dos macacos no estado. Na terça-feira, dia 12 de julho, eram cerca de 40 casos suspeitos descartados e 21 pacientes em estado de observação.

Continua depois da publicidade

As autoridades de saúde do estado do Rio de Janeiro estão em constante estado de monitoramento dos pacientes e casos suspeitos. Além disso, é importante enfatizar que. Apesar do nome da doença. Atualmente, os macacos não possuem nenhuma relação com a transmissão da enfermidade.

Continua depois da publicidade

Transmissão da varíola dos macacos

Dessa forma muito importante ter conhecimento das doenças e como elas transmitidas. A fim de evitar possíveis contaminações. Dessa forma, a varíola do macaco pode repassada para outra pessoa e, consequentemente contaminar.

A partir de contato próximo e/ou intimo com alguém já infectado e com as lesões na pele. Ademais, a contaminação do vírus se dá também através de roupas e objetos contaminados por ele. Contudo, ainda não relatos de contaminação via aérea.

Cuidados com a varíola dos macacos

Algumas medidas são essenciais para evitar a contaminação por varíola do macaco. Assim, imprescindível que sejam mantidos os cuidados higiênicos. Como lavar bem as mãos com água e sabão, além de utilizar sempre o álcool em gel.

De forma geral, o ideal é não ter contato com alguém contaminado, principalmente, de forma muito próxima. Assim, consegue-se evitar tanto a varíola dos macacos quanto a covid-19.

Carregando comentários aguarde...
...