Tesla aceita Dogecoin como pagamento e criptomoeda dispara 11%

A empresa Tesla está aceitando Dogecoin como pagamento, valorizando assim, o preço da criptomoeda meme

Tesla aceita Dogecoin como pagamento e criptomoeda dispara 11% - Fonte: Pexels
0 16

Elon Musk, CEO da Tesla, cumpriu sua promessa. Hoje, 14 de janeiro de 2022, a fabricante de veículos elétricos começou a aceitar Dogecoin, uma criptomoeda meme com tema de cachorro, como pagamento de algumas mercadorias em seu site. No Twitter, veja o que Musk disse: “Mercado da Tesla pode ser comprado com Dogecoin”. Desta forma, a criptomoeda disparou 11% com a notícia.

Ademais, aqui no Humor do Mercado, nosso foco é falar de finanças e investimentos. Se você gostar desta matéria, compartilhe com mais gente. Quando mais pessoas tiverem acesso a bons conteúdos, mais estaremos contribuindo para uma educação financeira de qualidade.

A valorização do Dogecoin depois que utilizada como moeda pela Tesla

Depois que o Dogecoin apareceu como uma opção de pagamento no site da Tesla, o preço do DOGE subiu 11%. Dogecoin é atualmente a 11ª maior criptomoeda com um valor de mercado de US$ 25,2 bilhões.

Porém, até o momento, o site da Tesla não permite que os clientes comprem seus veículos elétricos com Dogecoin. Na verdade, a moeda Dogecoin pode comprar alguns itens colecionáveis, tais como uma fivela de cinto “Giga Texas” e um quadriciclo “cyberquad” para crianças.

Desta forma, de acordo com a Fortune, os itens têm o preço de 835 DOGE (U$ 160) e 12.020 DOGE (U$ 2.287), respectivamente. Portanto, a página de suporte da Tesla sobre pagamento disse que os clientes devem ter suas próprias carteiras Dogecoin configuradas para pagar com a criptomoeda. Também, a empresa disse que não aceitará outras moedas digitais.

A Tesla só aceita a moeda meme como pagamento

Diante disso, veja o que a empresa disse sobre a criptomoeda: “A Tesla só aceita Dogecoin. Os ativos digitais que não são Dogecoin enviados para a Tesla não serão devolvidos ao comprador”.

Na verdade, no ano passado, a Tesla chegou a aceitar pagamentos em Bitcoin por seus produtos, incluindo seus carros. Mas, Musk anunciou em maio de 2021 que a Tesla deixaria de aceitar a criptomoeda devido a preocupações com gasto energético para minerar o BTC.

Por fim, a Tesla não disse se está preocupada com questões ambientais relacionadas ao Dogecoin, que tem um gasto energético bem inferior quando comparado ao Bitcoin. Para complementar esta notícia, assista o vídeo abaixo sobre o DOGE:

 

Leave A Reply

Your email address will not be published.