Psicologia das cores: aprenda a cor certa para decoração do seu lar

Aprenda sobre a psicologia das cores a cor certa para o lar

O que você vai saber!

Continua depois da publicidade

Em primeiro lugar, todos sabemos que as cores têm capacidade de mudar um ambiente, podendo o transformar em algo mais agradável e aconchegante e, até mesmo, opressivo se usarmos as cores erradas. Por conta disso, a decisão de escolher uma cor sempre é uma responsabilidade grande. Hoje, no dia 19 de janeiro de 2022, aprenda sobre a psicologia das cores e escolha a cor certa para o lar.

Devido a nossa vivência, armazenamos algumas memórias sobre as cores em nosso subconsciente. Por isso, as cores tendem a ter significados sentimentais para nós. O vestido da noiva ser branco, por exemplo, traz a impressão de pureza. Ou um vestido longo vermelho nos remete ao luxo. Assim como o dourado nos remete riqueza. Aprenda um pouco sobre a psicologia das cores na decoração com a Truques Caseiros.

Continua depois da publicidade

Veja também: Esportes de verão: confira algumas dicas e acessórios necessários nesta época do ano

Psicologia das cores

Branco

Mesmo o branco sendo a soma de todas as cores, tem seu espaço na psicologia das cores. Por mais que usamos como cor de base, atribuímos a essa cor, sentimentos e propriedades únicas. Tal qual não sentimos em outras cores. Pode ter vários significados, além de ser usado em design minimalista. Novo, inocência e honestidade são alguns exemplos.

Continua depois da publicidade

Vermelho

A primeira vista, é associado ao amor e ao ódio. Porém, na psicologia das cores, o vermelho pode provocar diferentes sentimentos. Pode ser relacionado ao fogo e a vida, pois remete também ao sangue. Quando em tons vivos, principalmente, se torna a cor de destaque. Mesmo sendo aplicada em um único móvel ou parede, fica em primeiro plano e se torna a cor protagonista do ambiente.

Confira a seguir: Mousse de leite em pó sem gelatina: pronto em 5 minutos e delicioso

Azul

O azul é a cor predileta de quase metade dos homens e mulheres. Trazendo sempre um sentimento de harmonia e simpatia, consegue manter o ambiente mais leve na psicologia das cores. Também é associado a ambientes frios devido seu efeito calmante. Se encaixa bem em áreas de descanso quando usado cores mais claras e opacas.

Verde

A primeira vista, é remetente a natureza além de trazer sensações de esperança, frescor e fertilidade. Justamente, por isso, áreas médicas usam o verde com frequências em consultórios. A princípio, na psicologia das cores, ela é uma cor primária. Isso se aplica, porque é presente em nossas vidas com muita simbologia. Além disso, ela não é nem quente, nem fria.

Amarelo

O amarelo pode remeter a muitos sentimentos. Como, por exemplo, a irritação e o otimismo ou ao sol e a riquezas. Além disso, pode ser uma cor berrante quando usada com o preto, ou passar despercebida quando usada com o branco. O ideal é estudar o ambiente para saber a melhor composição.

Confira agora: Saiba como limpar o banheiro usando apenas 2 ingredientes, dica infalível

Por último, o tom das cores pode ajudar ou atrapalhar na composição, então se atente a isso. Além disso, uma base branca também ajuda no destaque das demais cores, além de destacá-las. Estude bem o ambiente, pois a parede pintada pela cor destaque pode dar impressão de deixar o ambiente maior, menor, mais longo ou mais curto. Confira mais no canal do YouTube “Como Decorar Minha casa”.

comentários
Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. aceitar leia mais

Privacidade & Política de Cookies