Mais uma etapa de flexibilização dos comércios foi liberada nesta segunda-feira (24/08) pela Prefeitura de BH. Assim, a população belo-horizontina passa a enfrentar uma realidade diferenciada com tal expansão, uma vez que shoppings e lojas estarão abertos em cinco dias durante a semana.

Dessa forma, a Abrasel e a Prefeitura de BH entraram em discussão quanto à outra questão: qual seria o melhor horário para funcionamento dos restaurantes e bares localizados na capital mineira? Essa etapa de flexibilização dos comércios, onde houve a liberação de tal categoria, foi promulgada na sexta-feira (21) por meio de decisão judicial, mas com ressalvas.

No sábado, a Prefeitura descartou os efeitos que teria o mandado coletivo de segurança. Em contrapartida, a Abrasel reafirmou que todos os estabelecimentos associados estão aptos para retomarem suas atividades desde que sigam os protocolos estabelecidos para a segurança sanitária.

Ademais, leia também: Retrocesso na flexibilização do comércio por causa do COVID-19 em Belo Horizonte começa à partir de segunda-feira (29/06)

Regras que devem ser seguidas para que essa etapa de flexibilização dos comércios não retroceda

Algumas diretrizes devem ser levadas em conta ante essa nova fase da reabertura do comércio na capital. Exemplificando, os restaurantes, antes só podendo funcionar com retirada de pedidos no local ou delivery, terá o serviço do buffet, mas tendo o devido isolamento de alimentos e consumidores.

Conquanto, confira: PBH efetiva as manutenções de estruturas públicas por toda a cidade, autorizada pela SUDECAP; confira

Algumas regras devem ser seguidas pelos estabelecimentos que comercializam comidas e bebidas
Algumas regras devem ser seguidas pelos estabelecimentos nessa nova etapa de flexibilização dos comércios pelos bares e restaurantes – Foto: PBH

Critérios impostos pela Prefeitura de BH para bares e restaurantes

Entre outras regras estão:

  • Não será permitido o self-service;
  • A montagem dos pratos ficará por conta dos profissionais dos estabelecimentos;
  • Os estabelecimentos poderão funcionar de segunda até sexta, entre os horários de 11:00 e 15:00;
  • Os estabelecimentos de alimentação dentro do shopping center poderão funcionar de segunda até sexta, entre os horários de 12:00 e 15:00;
  • O distanciamento mínimo é de 2 metros entre cada uma das mesas e de 1 metro entre seus ocupantes, sendo que o máximo é de 4 pessoas em cada mesa;
  • Não será permitida a abertura dos espaços para entretenimento infantil ou áreas de lazer;
  • Os comércios deverão disponibilizar senhas eletrônicas a fim de evitar filas;
  • Será preciso eliminar os cardápios físicos, tendo como recomendação cartazes, soluções digitais, ou cardápios descartáveis;
  • Se não for possível eliminar o cardápio físico nessa nova etapa de flexibilização dos comércios, deve-se utilizar o modelo plastificado, higienizado após cada uso;
  • Eliminação de comandas, substituindo por aquisição de fichas descartáveis físicas;
  • Será permitido o consumo nos balcões, mas o local precisa estar higienizado, com os clientes sentados em bancos fixos com espaçamento de 1 metro entre cada um deles;
  • Priorização da disposição de clientes nas áreas externas dos estabelecimentos ou nos locais que tenha maior ventilação;
  • Proibida a disposição dos alimentos que sejam para degustação;
  • Lanches, refeições, bem como tira-gostos, precisam ser entregues já montados para os clientes;
  • As refeições à la carte precisam ser entregues cobertas para o cliente;
  • Saleiros, galheteiros, açucareiros, assim como outros dispensadores de temperos e molhos estão proibidos, devendo ser substituídos por sachês individuais.

Essa etapa de flexibilização dos comércios marca mais uma fase de “retrocesso” da contaminação do COVID-19. A esperança é que os índices continuem se mantendo baixos para que mais medidas positivas sejam tomadas pela Prefeitura de BH e, aos poucos, os cidadãos possam normalizar suas rotinas.

Você também pode gostar: O Festival Internacional de Quadrinhos promoverá lives a respeito de produções de quadrinhos durante a pandemia

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui