O vereador Airton Pessi Quick (DEM), anunciou sua pré candidatura ao cargo de prefeito de Nova Mutum (localizada a 250 km de Cuiabá), no último mês. O parlamentar, e também atual presidente do Partido Democratas em Nova Mutum, está em seu terceiro mandato seguido, na Câmara Municipal de Vereadores, mostrou-se otimista, na entrevista exclusiva, concedida à equipe do Tecnonotícias. Confira o conteúdo, abaixo.

Equipe Tecnonotícias: O senhor foi vereador por 3 mandatos, sendo este o terceiro, pelo DEM. Na jornada pela prefeitura municipal, continuará concorrendo pelo DEM?

Airton Quick: Desde o início da minha carreira política eu sempre fui do PSDB e passei pro DEM recentemente. Hoje, o Partido Democratas tem um governador de estado, um senador, dois deputados estaduais e ainda tem chance de surgir um outro senador. Então, se tu pensar em administrar uma cidade, hoje em dia, primeiro tem que ter apoio político, seja através do governo, ou de membros parlamentares. Por isso, eu busquei estar forte, num partido que já tenha uma equipe boa, que me dê força e apoio para poder governar. Por isso a optei pelo partido.

Tecno: Esta é a primeira vez que concorre ao cargo de prefeito?

AQ: Sim. Até agora só concorri e assumi [a vaga] a vereador mesmo. Na outra candidatura, cogitou-se a possibilidade de concorrer ao executivo municipal, mas eu ainda não me sentia pronto. Mas, com a minha passagem pela administração da Câmara, que foi muito bem avaliada, já consegui ter uma boa noção de administração pública. Pois, tem que ter eficiência, para administrar a máquina pública.

Tecno: Para quais áreas o senhor já cogita trazer alguma ação ou proposta inovadora?

AQ: Hoje, Nova Mutum possui carência em 5 eixos estruturais, que são: Hospital público bem equipado; habitação; valorização do pequeno comerciante local; distribuição da rede de esgoto e escoamento e por fim, as travessias urbanas. Por exemplo, o hospital municipal que temos, além de ser antigo, da década de 90 ainda, quando a cidade tinha lá seus 3 ou 4 mil habitantes, já passou por várias gestões e não recebeu muitas reformas desde então. Hoje somos cerca de 60 mil pessoas, e ele segue com a mesma estrutura de antigamente. Então, ter um hospital totalmente público, e bem equipado, hoje, vai muito além da pandemia e seria um motivo de orgulho para Nova Mutum e sua população.

Além disso, precisamos trabalhar a questão habitacional. Temos que possibilitar ao cidadão mutuense alcançar a casa própria. Muitos vem para cá a trabalho, e tem despesas com alimentação, farmácia, aluguel, então fica difícil da pessoa subsistir, com um salário razoavelmente baixo, se não tiver a casa própria. Com todos estes gastos, fica difícil de construir uma casa! Por outro lado, temos que buscar parcerias do governo e possibilitar que o empresario mutuense também que possa fazer projetos, dentro das normas federais, etc.

Já o terceiro eixo a ser trabalhado, que é um grande desafio, é a valorização do comerciante local. Temos que dar um jeito de desburocratizar e estruturar ao comerciante de pequeno porte, por meio de um projeto de lotes. A ideia é que eles consigam sair da zona urbana e se concentrar todos, em uma zona industrial, com regras bem definidas e toda a estrutura de que necessitam para prosperar, com justiça.

A distribuição da rede de esgoto e o escoamento das águas da chuva, constituem mais um problema grave que temos na cidade. Vamos tentar contar com o apoio e financiamento público, federal. E por fim, outro problema oneroso, para o qual temos que buscar ajuda de fora são as travessias urbanas, ou seja, viadutos, que se fazem necessários, para melhorar a estrutura física do município.

Tecno: Onde está concentrado o seu maior eleitorado?

AQ: Dentro do comércio, sem dúvidas. E o público jovem, também, pois me identifico muito com a juventude e sou muito próximo deles. Participei da vinda da Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT) para cá, trabalho desde 1994 com eventos, que incluem os jovens. E justamente por isso, quero dar continuidade ao projeto do parque tecnológico.

Ver. Airton Quick / Foto: Walber Almeida
Ver. Airton Quick / Foto: Walber Almeida
Encontrou um erro neste artigo ou notícia? Reportar Erro!

Autores

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui