Vacinação no Rio Grande do Sul: Profissionais da assistência social podem ter prioridade, como propõe Projeto de Lei

O PL 87/2021 visa dar preferência aos profissionais que estão diretamente em contato com a população vulnerável

Hoje (14/04) Luciana Genro (PSOL-RS) anunciou a proposição de um Projeto de Lei estadual. O PL 87/2021 visa dar preferência aos profissionais da assistência social na fila da vacinação no Rio Grande do Sul contra a Covid-19.

Com isso, servidores públicos, estaduais e federais que atuam no estado poderão ter preferência na imunização. Com isso, pretende-se proteger quem está diretamente em contato com a população vulnerável.

Assim, o PL se volta aos servidores que prestam seus serviços ao SUAS, o Sistema Único de Assistência Social. Contudo, a criação de um novo grupo prioritário na fila de vacinação depende, ainda, da análise e aprovação pela Assembleia Legislativa do RS.

Vacinação no Rio Grande do Sul
Luciana Genro (PSOL-RS) apresenta Projeto de Lei sobre a vacinação no RS. – Foto: Revista Movimento

Projeto de Lei dá preferência aos profissionais da assistência social na vacinação do Rio Grande do Sul

O PL teve apresentação hoje pela deputada estadual Luciana Genro (PSOL-RS). A proposição dele, aliás, teve anúncio nas redes sociais da política.

Conforme o anúncio da deputada gaúcha, o Projeto de Lei se embasa em um estudo do British Medical Journal. Segundo ele, os profissionais da assistência social compõem o segundo grupo mais vulnerável à pandemia. Dessa maneira, ficam atrás, nessa classificação, apenas dos profissionais da saúde.

Isso, então, justificaria a sua preferência na fila de vacinação no Rio Grande do Sul. Para tanto, o PL considera tanto os servidores com concurso público quanto os trabalhadores com contrato de terceirização.

Além disso, o Projeto tem apoio de campanhas paralelas. Por exemplo, hoje  (14/04), acontecerá às 18h30min uma live em apoio aos profissionais da assistência social. Ela ocorrerá na página Frente Gaúcha em Defesa do SUAS no Facebook sob o nome de “Vacina SUAS já”.

Caso haja aprovação no projeto a vacinação no Rio Grande do Sul seguirá os passos da imunização em São Paulo. Afinal, o estado paulistano também deu preferência aos profissionais da assistência social na imunização contra a Covid-19.

Para obter mais conteúdos siga o Tecno Notícias no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.