Nesta segunda-feira (20) um avião que veio diretamente da China chegou no aeroporto de São Paulo com a vacina contra o novo coronavírus. Entretanto, apenas os profissionais da saúde poderão acompanhar esses estudos, diz informações do site tecnonoticias.com.br.

Vacina
Imagem: Metrópoles

A vacina chinesa chegou no Brasil na madrugada de segunda-feira (20) para serem testadas. O Diretor de Butantan afirma que são mais de 130 vacinas no mundo que está sendo desenvolvidas, dentro dessas 130 apenas 12 estão em estudos clínicos e desses 12, 3 estão na fase chamada fase 3. Assim, após a aprovação as vacinas serão distribuídas para a população que tem data prevista para Junho de 2021.

Os voluntários escolhidos para os testes serão das Regiões de São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Paraná e Distrito Federal. Conforme laboratórios, se esses testes serem aprovados, o Brasil receberá no total de 60 milhões de doses.

Vacina: quem pode fazer o teste

Contudo, serão 9 mil profissionais da saúde para fazerem o teste contra essa doença. Embora, não podem ser gestantes, mulheres que estão pretendendo engravidar nos próximos 3 meses e nem pessoas que já foram infectadas.

Cientistas afirmam que a vacina de Oxford é totalmente segura, produzindo a imunidade contra o vírus, e então essa vacina passou para a última fase de estudos. A Organização Mundial da Saúde (OMS) relatou que a vacina de Oxford é a mais avançada em termos de desenvolvimento.

A vacina chinesa Cansino Biologcs também é segura, apontam pesquisas. Os primeiros testes foram feitos em Wuhan em 500 pessoas, então a vacina passa para a última fase do teste, que é a fase 3. Afinal, essa fase 3 é necessário para a confirmação se a vacina realmente funciona contra a infecção do vírus Sars-CoV-2.

No Brasil já são registrados mais de 2 milhões de casos confirmados de pessoas infectadas com o novo coronavírus. Contudo, mais de 70 mil mortes e mais de 1 milhão de pessoas que já foram recuperadas. Mundialmente é mais de 14 milhões de pessoas infectadas e cerca de mais de 8 mil infectados, deixando 606 mil mortes no mundo.

Encontrou um erro neste artigo ou notícia? Reportar Erro!

Autores

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui