A Secretaria Municipal de Nova Mutum, informou nesta sexta (19.06), por meio de nota, que irá realizar vacina Pentavalente e rotina, na próxima semana. O processo acontecerá na Central de Vacinas, nos dias 20, 22 e 23, entre 6:30 e 18:30.

De acordo com o site oficial do Ministério da Saúde, a vacina pentavalente, como o nome sugere, é a combinação de cinco vacinas individuais. Aplicada em crianças, em três doses  (seis meses de vida, 2 e 4 anos), a Penta está inclusa no Calendário Nacional de Vacinação, desde 2012.

A Central dispõe de um total de 225 senhas, que serão distribuídas pelos três dias de vacinação, sendo 75 senhas por dia. Ainda no documento, a Secretaria orienta a população a comparecer apenas um adulto por família, para retirar senha. O responsável deve levar a caderneta de vacinação da criança, que será vacinada. As senhas contém o horário agendado para voltar, com os menores e receber aplicação da vacina.

O município também orientou que todos respeitem o toque de recolher, que foi estipulado a partir desta sexta (19.06), e não se aglomerem, comparecendo na Central de Vacinas, antes das 5h.

Nota informativa / Fonte: www.novamutum.mt.gov.br
Nota informativa / Fonte: www.novamutum.mt.gov.br

Sobre a vacina

Segundo o site do Ministério da Saúde, esta vacina garante a proteção contra a difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e meningite.

O Brasil demanda, atualmente, 800 mil doses mensais da vacina pentavalente, mas o abastecimento está parcialmente suspenso desde julho de 2019 porque os lotes foram reprovados no teste de qualidade do Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS) e análise da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

O Ministério da Saúde solicitou a reposição do fornecimento à Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS). No entanto, não há disponibilidade imediata da vacina no mundo. A compra de 6,6 milhões de doses começou a chegar de forma escalonada no país, desde agosto.

Para ofertar a pentavalente no calendário de vacinação do SUS, o Brasil compra a vacina via Fundo OPAS, uma vez que não existe laboratório produtor no país.

Lembrando que crianças com 7 anos completos ou mais e com risco de hemorragia não podem tomar a vacina. E ao sentir febre média ou alta é recomendado adiar a vacinação até a melhora dos sintomas para não se atribuir à vacina as manifestações da doença.

Vacina / Fonte: Fonte: www.novamutum.mt.gov.br
Vacina / Fonte: Fonte: www.novamutum.mt.gov.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui