Ex-ministro, Mandetta discorda de empresas privadas comprarem vacinas

Luiz Henrique Mandetta critica aprovação de Projeto de Lei na Câmara

Médico ortopedista e ex-deputado federal pelo DEM-MS, Luiz Henrique Mandetta foi escolhido pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para assumir o ministério da Saúde. Permaneceu no cargo e ganhou evidência no início da pandemia, até que foi demitido pelo chefe de Estado. Ativo nas redes sociais, hoje (08/04) ele surgiu com críticas ao PL que permite a compra de vacinas por empresas privadas.

O Projeto de Lei nº 948/2021 foi aprovado durante sessão no Plenário da Câmara dos Deputados, no início desta semana, e permite que qualquer empresa privada negocie com fabricantes de vacinas contra a Covid-19 e faça aquisição da quantidade que deseja.

A contrapartida é que a mesma quantidade adquirida pela empresa para uso próprio também seja comprada e doada para o SUS. Segundo parlamentares que aprovaram o texto, a medida tende a aumentar o número de vacinas no país como um todo.

Já o ex-ministro da Saúde, Mandetta, discorda do projeto que passou pelos deputados federais e agora segue para avaliação no Senado Federal.

Ex-ministro, Mandetta discorda de empresas privadas comprarem vacinas
Ex-ministro, Mandetta discorda de empresas privadas comprarem vacinas (Foto: Agência O Globo)

Mandetta critica projeto que permite empresas privadas comprarem vacinas contra Covid-19

No início desta manhã de quinta-feira, Luiz Henrique Mandetta utilizou sua conta oficial no Twitter para criticas veementemente o texto que foi aprovado por seus antigos colegas de parlamento.

O ex-deputado federal afirma que não há nenhum nexo e nem ética ao conceder a liberdade de empresas privadas adquirirem vacinas.

“O projeto que permite a compra de vacinas pela iniciativa privada aprovado pelo Congresso não tem nenhum nexo, nem ético, nem do ponto de vista de saúde pública, nem do ponto vista econômico”.

Para concluir seu posto de vista, Mandetta destaca que a vacinação deve ser feita com base em estudos e avaliações sobre quais são os grupos prioritários e quais possuem maior risco epidemiológico e não de acordo com a ocupação de cada um.

“Vacinação se faz por risco epidemiológico, não pela ocupação das pessoas”.

Casa financiada pela Caixa: como conseguir pelo Minha Casa Minha Vida

Financiar casa pela Caixa Econômica Federal está bem acessível. Basta ficar atento aos requisitos de renda que são impostos através das regras vigentes do programa Minha Casa Minha Vida, futuro “Casa Verde Amarela”, por meio do governo federal. São oferecidas milhares de moradias para quem é considerado como de baixa renda. Saiba hoje como conseguir.

 

Para obter mais conteúdos siga o Tecno Notícias no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.