O vereador Lucas Badan (PRB), levou a indicação nº 075/2020, para a sessão da Câmara de Vereadores, desta segunda (15.06). Na sugestão, o camarista propõe o mapeamento dos casos de Covid-19 por bairros, em Nova Mutum, por meio da Secretaria Municipal de Saúde.

O pedido busca disponibilizar um mapa mostrando onde há maior concentração de
pacientes contaminados na cidade, para facilitar o acompanhamento dos moradores e ajudar na prevenção da proliferação do novo Coronavírus.

Segundo Badan, a ideia é aumentar o nível de conscientização das pessoas que estão morando nos bairros com maior concentração de casos e para que a sociedade redobre os cuidados e continue mantendo o isolamento social, que tem sido a melhor ferramenta de prevenção contra esta doença.

Em apenas três semanas, no intervalo entre 29.05 e 12.06, os boletins da vigilância epidemiológica, emitidos pela Secretaria Municipal de Saúde comprovam a alta exorbitante do número de casos de Covid-19. Durante este intervalo, os casos confirmados subiram de 54 para 129, enquanto o número de pacientes notificados aumentou de 676 para 1267, alcançando quase o dobro.

Mapa Nova Mutum / Fonte: www.novamutum.mt.leg.br
Mapa Nova Mutum / Fonte: www.novamutum.mt.leg.br

Porém, a fase mais sensível desta pandemia teve início na segunda (15.06), onde observou-se que no prazo de apenas 48 horas, houve um aumento de 54 casos confirmados, alcançando um total de 209 pessoas. E outros 103 notificados, totalizando 1475.

Embora as estatísticas dos recuperados também estejam se elevando gradativamente – de 89 para 103 pacientes – aglomerações indevidas, falta de uso de máscaras e resistência geral da população mutuense, é o que vem preocupando as autoridades. Pois, na ultima segunda, após a 5ª morte ser registrada por Covid-19, o município se viu obrigado a reduzir a circulação de pessoas, por meio de decreto de toque de recolher.

“Pedimos para a sociedade que faça a sua parte e que realmente respeite [ a decisão]. Evitem festas e aglomerações. O momento não é disso. O momento é sério e as pessoas precisam fazer a sua parte. Isso é algo que realmente nós não gostaríamos de fazer, mas é necessário, para evitar que o número de casos da doença continue subindo assustadoramente como está”, frisou o chefe do executivo municipal, Adriano Xavier Pivetta, em entrevista coletiva onde decretou o toque de recolher.

A decisão veta a circulação de pessoas pelos próximos 15 dias, entre 21h e 5h, salvo aqueles que se encaixam nas permissões de trabalho, etc. Quem descumprir a ordem, corre risco de prisão por desacato e multa de R$500,00.

Ver. Lucas Badan / Fonte: www.novamutum.mt.leg.br
Ver. Lucas Badan / Fonte: www.novamutum.mt.leg.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui