Cloroquina ocupa primeira posição de medicamentos com efeitos adversos após 01 ano de pandemia, aponta instituto

Perfil oficial Coronavírus Brasil, que reúne dados sobre a pandemia em terras brasileiras, alerta para uso indevido do medicamento

playdevideoyoutube

Top Stories Signo de Virgem: Que look adotar de acordo com a astrologia?

Ontem, 05/04, a página oficial Coronavírus Brasil trouxe à tona importantes informações. Elas dizem respeito às reações adversas causadas pelo uso de cloroquina, medicamento defendido pelo Governo Federal para o tratamento precoce contra o Covid-19. Saiba mais sobre isso hoje, 06/04.

Segundo a página, que reúne informações do Ministério da Saúde, Secretarias Estaduais e outros órgãos, em apenas 01 ano a droga teria passado do 7º lugar de medicamentos com maiores notificações de reações adversas ao 1º lugar.

Embora o medicamento não tenha qualquer comprovação no combate ao Covid-19, desde março do ano passado seu uso tem defesa por Jair Bolsonaro e seguidores. Isso, aliás, acompanhou o investimento de milhões de reais em medicamentos sem eficácia comprovada.

cloroquina
Medicamento defendido por Jair Bolsonaro apresenta aumento nas reações adversas e nenhuma comprovação sobre eficácia contra Covid. – Foto: Veja

Coronavírus Brasil alerta para aumento no número de reações adversas pelo uso da Cloroquina

Esse medicamento, dentre outros destinos, tem uso para o combate à malária. Entretanto, desde o levantamento da possibilidade de usá-lo contra o Coronavírus o Governo Federal passou não apenas a comprar, mas produzir em massa esse composto.

O que ocorre, entretanto, é que até hoje não se tem eficácia comprovada do uso desse medicamento contra o vírus. E não é só isso. Ainda, tem-se que a própria Organização Mundial da Saúde (OMS) junto a profissionais da saúde e pesquisadores atestaram a total falta de eficácia da droga contra a Covid.

Apesar disso, é comum que até hoje Jair Bolsonaro não apenas defenda o uso da cloroquina contra a doença, mas também na condição de tratamento prévio. Ou seja, o uso da medicação mesmo sem a infecção por Covid-19.

Tudo isso traz consequências que se revelam no aumento do número de notificações sobre as reações adversas do uso descontrolado da medicação e sem indicação médica. É isso, então, que revela os dados apresentados pela página Coronavírus Brasil:

Além disso, o aumento de notificações de reações adversas não ocorreu somente em relação à cloroquina. Ele ainda abarcou, por exemplo, a invermectina. Esse é outro medicamento que compõe o chamado “Kit Covid” que, embora tenha defesa de uso por Bolsonaro, não possui qualquer eficácia comprovada contra o vírus.

Seguro Desemprego saiba como solicitar pela internet

Vamos falar hoje sobre como solicitar o seguro-desemprego pela internet, isso porque os postos de atendimento presencial estão fechados por conta da pandemia e logo todo o acesso a esse benefício está sendo digital, então você pode fazer tudo pelo seu computador ou até mesmo pelo celular ambos devem estar conectados à internet.

Rate this post

Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News.
Comentários
Loading...