Os bares e restaurantes das cidades do Rio de Janeiro foram reabertos nessa última noite de quinta-feira (2) tendo um número altíssimo de aglomeração. Depois de meses fechado devido o isolamento durante a pandemia, os restaurantes e bares ficaram totalmente lotados, conforme informações coletadas pelo site tecnonoticias.com.br.

Aglomeração
Imagem: Poder360

Nesta última quinta-feira (2) os bares e restaurantes das cidades do Rio de Janeiro foram reabertos depois de muito tempo fechado. Entretanto, devido a essa reabertura causou um número grande de aglomeração nas ruas, mais do que o imaginado.

A Prefeitura do Rio de Janeiro declarou que bares, restaurantes, academias e atividades ao  ar livre fossem liberadas. Mas, com o cumprimento da ordem de distanciamento, sem aglomerações para a prevenção do vírus.

Os funcionários que trabalham nos bares e restaurantes que foram reabertos na última noite estavam com o uso de máscara, sendo obrigatório para todas as pessoas, mas infelizmente, muitos clientes não respeitaram e estavam sem a proteção. Os agentes da Guarda Municipal acabaram fechando os bares devido a grande aglomeração.

Aliás, segundo os vídeos e publicações nas redes sociais, as aglomerações de pessoas causaram uma grande repercussão no público. Muitos comentários eram contra essa reabertura e muitos a favor devido o desemprego, redução de salário e os casos de covid-19 que vem aumentando cada vez mais.

Vídeos e fotos divulgados nas redes sociais mostram que a maioria das pessoas que se encontraram no local estavam sem a proteção básica contra a contaminação do vírus. Enfim, essa foi uma das causas dos comentários nas fotos da internet, sem o uso de máscaras e o descumprimento do distanciamento.

Aglomeração: comércios que serão reabertos e casos de covid-19

No Rio de Janeiro os casos de covid-19 são chegam de 110 mil confirmados e mais de 10 mil mortes. A secretária Municipal de Saúde informa que desde o começo da pandemia abriu 1.252 leitos. Embora, mais de 80% dos leitos de UTI  da rede pública estão ocupados.

Em São Paulo, os comércios como: bares, restaurantes, salões de beleza poderão voltar a funcionar com o cumprimento de proteção. Contudo, a data de retorno das atividades culturais e publicas está prevista para o dia 27/07 confirma o Governador de São Paulo.

Os casos confirmados de covid-19 em São Paulo é mais de 300 mil e mais de 15 mil mortes batendo o recorde de casos em apenas 24 horas.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui