Andressa Urach levantou hoje (19) em seu Instagram a bandeira contra a bioplastia. Ela também questionou o fato da Agência Nacional de Vigilância Sanitária ainda permitir esse tipo de procedimento: “QUANTAS MULHERES PRECISAM MORRER, PARA A ANVISA PROIBIR?” 

Andressa relembrou que quase foi a óbito, em 2014, devido à rejeição, após 5 anos da aplicação do PMMA e hidrogel em seus glúteos, pernas e panturrilhas. Atualmente, ela ainda sofre com as sequelas, pois nem todo o conteúdo pôde ser retirado de seu organismo, mesmo após ter sido submetida a 22 cirurgias. Atividades físicas mais pesadas são inconvenientes, embora a escritora tenha vontade de praticá-las, pois podem ocorrer inflamações em seus músculos.

Confira: Hilária! Gracyanne Barbosa relembra o seu maior mico em rede nacional

“Só estou viva por um milagre! Parem de aplicar isso mulherada…Quase morri e vocês não aprendem! Fico revoltada, como que os médicos vendem isso como algo bom, depois de eu quase morrer? Fora as outras mulheres que já morreram por causa desses procedimentos e ninguém fica sabendo. A Anvisa tinha que proibir esses médicos de usar a bioplastia.”, apela Urach.

Perna de Andressa Urach após uma, de tantas cirurgias - Foto: Reprodução de redes sociais
Perna de Andressa Urach após uma, de tantas cirurgias – Foto: Reprodução de redes sociais

Veja: Matheus Nachtergaele revisita cenas de um clássico do cinema brasileiro e emociona internautas

Nos comentários, um grupo se destaca, o ‘vítimas da bioplastia’. Em sua conta do Instagram, que usa o slogan ‘Vamos alertar a população sobre os riscos da bioplastia com o PMMA, hidrogel, acqualift e etc. Não façam bioplastia ??❌☠️diga não aos biopolímeros ??’, centenas de publicações elucidativas e relatos chocantes, até mesmo com imagens fortes, podem ser encontrados.

View this post on Instagram

Gente vocês lembram que em 2014 eu quase morri por colocar bioplastia em partes do meu corpo? Glúteos, pernas, panturrilha? E detalhe, eles deram rejeição depois de 5 anos da aplicação, produtos esses para dar a tão sonhada forma perfeita do corpo.??‍♀️ O tal PMMA: “A famosa bioplastia é um perigo”. Isso é uma bomba relógio, depois de 5 anos o meu corpo rejeitou o produto e infelizmente hoje tenho o PMMA por várias partes do meu corpo porque “ele não sai,” não posso nem fazer musculação pesada, para ele não inflamar no meu músculo. Só estou viva por um milagre! O hidrogel passei por 22 cirurgias para retirar! E esse abençoado, pra não falar outra coisa, de PMMA, não sai, ele empedra e é pior que o hidrogel. “Parem de aplicar isso mulherada…Quase morri e vocês não aprendem!” Fico revoltada, como que os médicos vendem isso como algo bom, depois de eu quase morrer? Fora as outras mulheres que já morreram por causa desses procedimentos e ninguém fica sabendo. A Anvisa tinha que proibir esses médicos de usar a bioplastia. #Absurdo Bioplastia é um crime contra a vida!

A post shared by Andressa Urach (@andressaurachoficial) on

O que é o PMMA?

Significa ‘polimetilmetacrilato’ e é um componente plástico que pode ser utilizado na área da saúde. Uma das possíveis aplicações é para o preenchimento cutâneo, desde que seja feito por profissionais habilitados. Nesse caso, o PMMA é utilizado em microesferas, em forma de gel e precisa estar registrado na Anvisa, pois é um material de uso em saúde da classe IV (máximo risco). 

Qual a recomendação da Anvisa?

Ficam a critério do médico (treinado) as doses e o número aplicações para o preenchimento cutâneo, com fins corretivos, contudo, não há indicação para aumento de volume, seja corporal ou facial. Em caso de dúvidas sobre o registro do produto, pode-se consultar os Canais de Atendimento da Anvisa.

Leia também: Paula Fernandes anuncia a próxima instituição que será beneficiada com as arrecadações de sua live

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui