Como agendar prova de vida INSS – Em 22 de setembro, o Ministério da Economia lançou em conjunto com o Instituto Nacional do Seguro Social a Portaria 933/2020. Nela se estabeleceu a prorrogação de medidas de proteção aos segurados previdenciários durante a pandemia; e, seus efeitos, devem durar até 31 de outubro, quando as exigências serão retomadas.

Ela corresponde a um requisito para recebimento de algumas das modalidades previdenciárias. Suspensa desde março, deverá ser retomada a partir do dia 01º de novembro e caso não seja cumprida, poderá gerar graves prejuízos aos segurados como a suspensão do pagamento do benefício mensal.

Dessa maneira, há a orientação de que os segurados realizem o agendamento para cumprimento do requisito e, assim, evitar prejuízos maiores. Abaixo, confira como agendar prova de vida INSS e outras informações relevantes sobre o assunto.

Também veja: Saque FGTS duplo é confirmado para esta semana; entenda

Entenda como agendar prova de vida INSS
Entenda como agendar prova de vida INSS

Como agendar a prova de vida do INSS

Esse requisito previdenciário pode ser preenchido perante a agência bancária em que o segurado recebe seus benefícios do INSS. Também pode ser cumprido nas próprias agências da Previdência Social.

Contudo, indica-se que haja o prévio agendamento do atendimento. Isso auxilia na organização das agências ao mesmo tempo em que evita que haja aglomerações. Aliás, foi justamente para evitá-las que houve a suspensão da prova de vida.

Mas como agendar a prova de vida do INSS? Para isso o segurado poderá fazer uso do canal Meu INSS. Acessá-lo é possível tanto pelo aplicativo para celular quanto pelo endereço para navegador da web.

Então, é preciso buscar a opção “Agendamentos/Solicitações” que se encontra em “Serviços sem senha”. Por fim, deverá o segurado preencher algumas informações como nome completo e número do CPF e então seguir o passo a passo do site.

Quem deve fazer a prova de vida?

A prova de vida do INSS é obrigatória para aposentados, pensionistas, servidores federais aposentados e anistiados políticos civis. Ela deve ser feita anualmente para comprovar que o beneficiário está vivo e que é ele que, efetivamente, recebe o benefício previdenciário anualmente.

A suspensão do requisito se referia à impossibilidade de bloqueio dos benefícios daqueles segurados que, por sua vez, não cumpriam o requisito há mais de um ano. Assim, quem já ultrapassou esse prazo deverá agendar a prova de vida do INSS para evitar a suspensão do pagamento.

Quando há a suspensão do pagamento do benefício?

A suspensão ocorre após um ano sem apresentação do beneficiário perante uma agência bancária ou previdenciária para cumprimento do requisito. Após 06 meses de suspensão, então, há a cessação do benefício.

Confira agora: O Pix já está funcionando ou não? Saiba aqui tudo sobre o assunto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui