Cuiabá começa toque de recolher nesse sábado (13) e terá duração até o dia 28 de junho. O horário do toque de recolher será das 22h30 até às 5h. A medida foi prevista no decreto 7956/2020 que abrange regras emergenciais para combater a proliferação do novo Coronavírus.

Essa medida não afeta serviços essenciais como hospitais, farmácias, laboratórios, clínicas veterinárias, clínicas odontológicas, farmácias, funerárias, serviço de táxi, serviço de aplicativo de transporte individual de passageiros, serviços de segurança pública e privada, entre outros. O prefeito Emanuel Pinheiro fez o seguinte destaque:

O isolamento social ainda é a nossa principal determinação, tomando como base os protocolos de segurança das entidades de saúde. Não podendo fazer isso, queremos que o cidadão conviva com o vírus de forma responsável, sem brincar, ou subestimá-lo. Nossas medidas são muitas vezes duras, mas extremamente necessárias para a proteção da saúde de todos

As medidas decretadas foram tomadas após análise de dados emitidos pelas secretárias de Ordem Pública, Mobilidade Urbana e Meio Ambiente do município de Cuiabá. Esperá-se que após essas novas medidas, que a cidade possa adotar novas regras para a flexibilização. Segundo Leovaldo Sales, secretário de Ordem Pública:

Queremos aqui deixar claro, que como toda regra, tem suas exceções. Pelo fato da gestão Emanuel Pinheiro ter um perfil de administração humanizada, vamos levar em consideração caso por caso. Já temos conhecimentos das pessoas recorrentes de desobediência. Aqueles que estiverem circulando nas ruas, fora do horário permitido, e que não for por uma necessidade extrema, sofrerão penalidades

Medidas para o enfrentamento do COVID-19 em Cuiabá

O prefeito Emanuel Pinheiro lembrou que mesmo antes do estado de Mato Grosso ter a confirmação do seu primeiro caso de coronavírus, a capital já havia tomado ações para evitar o alastramento de COVID-19 e que já foram editados mais de vinte decretos com o objetivo de diminuir a curva de crescimento do coronavírus. Algumas medidas tomadas foram o cancelamento das aulas, restrições de alguns segmento econômicos, suspensão do serviço de transporte público, entre outros.

A reabertura de alguns estabelecimentos comerciais com o intuito de gradualmente retomar a atividade econômica foi tomada após 40 dias das medidas restritivas. Essa retomada foi estabelecida com regras obrigatórias como o uso da máscara e que os estabelecimentos disponibilizem álcool gel para todos que circularem no local.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui