No último sábado (13), Evelyn Ribeiro, em uma publicação no site oficial do governo do Mato Grosso informou que foi repassado um valor de R$8,5 milhões e disponibilizados 88 novos leitos destinados ao tratamento da COVID-19 ao município de Rondonópolis, que fica no sul do estado.

Os recursos, que foram repassados até o mês de abril, destinaram-se à atenção primária, em complexidade média e alta, Samu, farmácia básica, convênios, cirurgias cardíacas e ao Fundo Estadual de Equilíbrio Fiscal (FEEF). Já dos leitos reservados para COVID-19, 68 são clínicos e 20 são Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

Parte desses recursos foi destinada à reforma do Hospital Regional de Rondonópolis, que é referência para 19 municípios na Região Sul do Mato Grosso e atende uma população de 523 mil pessoas. Nesta unidade, houve a modernização das áreas de pronto atendimento e UTIs, dos quais 10 leitos de UTI e 48 da enfermaria são reservados ao tratamento de pacientes infectados pelo novo coronavírus. Também foram adquiridos, para essa unidade, 04 respiradores e 04 monitores comprados diretamente da China pelo Governo do Estado.

Os recursos do Estado também foram destinados à contratualização de 20 leitos clínicos e 10 de UTI na Santa Casa de Misericórdia de Rondonópolis. Ademais, também foram adquiridos, diretamente da China, 05 respiradores e 05 monitores.

Conforme informações apuradas pelo Tecno Notícias, a estrutura das UTIs das unidades de Rondonópolis conta com equipamentos como oxímetro, Eletrocardiógrafo, monitores, materiais para drenagem liquórica, ventiladores pulmonares, estativas, monitor multiparâmetro e materiais para punção lombar.

Boletim Epidemiológico de COVID-19 em Rondonópolis

Segundo o último boletim epidemiológico divulgado no último sábado (13) pela página oficial do Facebook da Prefeitura de Rondonópolis, o município possui um total de 534 casos confirmados de COVID-19, dos quais 314 se encontram em isolamento domiciliar, 39 hospitalizados, 168 recuperados e 13 óbitos.

Ademais, a cidade também apresenta um total 358 casos suspeitos, dos quais 314 estão em monitoramento e 44 estão hospitalizados, além de já terem sido descartados 1593 casos suspeitos.

A Prefeitura ainda informou que todas as pessoas em isolamento domiciliar, que testaram positivo ou estão com suspeita da doença, são monitoradas em três turnos por agentes da Sala de Gestão de Dados de Enfrentamento do Agravo de COVID-19, contando também com o auxílio de equipes da Vigilância Sanitária, Atenção à Saúde e Vigilância Epidemiológica.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui