Bolsa Família deixará de ser pago até o fim do ano? Entenda

0
44
Bolsa família pode deixar de ser pago? Governo afirma que não tem dinheiro
Bolsa família pode deixar de ser pago? Governo afirma que não tem dinheiro

O Bolsa Família, benefício social criado para ajudar no combate à pobreza e à desigualdade no país, pode parar de ser pago, antes do fim do ano. A afirmação é do ministro da Cidadania, Osmar Terra, e foi dada na audiência pública da Comissão Mista de Orçamento do Congresso Nacional, na semana passada. Segundo o ministro, não há recursos para garantir o pagamento do Bolsa Família às 14 milhões de famílias, até o final do ano corrente.

Para garantir o Bolsa Família, será necessário a aprovação de crédito suplementar

Bolsa família pode deixar de ser pago? Governo afirma que não tem dinheiro
Bolsa família pode deixar de ser pago? Governo afirma que não tem dinheiro

O Bolsa Família precisa de um crédito suplementar na ordem de R$ 6,5 bilhões de reais. Sem essa suplementação, portanto, a continuidade do pagamento do benefício ficará comprometida.

Porém, é esperado que nos próximos dias, a Câmara dos Deputados e o Senado Federal possam votar essa suplementação.

Para aprovação do recurso extra ao Bolsa Família, será preciso 257 votos favoráveis na Câmara e 41 votos a favor no Senado.

Todo esse problema, segundo o ministério da Cidadania, é devido ao corte no orçamento de cerca de R$ 36 bilhões de reais, destinados aos programas sociais.

Sem a aprovação do Congresso, os recursos do programa acabarão no final de setembro, informou o ministro.

A chamada “Regra de Ouro” impede o governo de se endividar, para, assim, realizar pagamentos como salários, Previdência Social e programas de assistencialismo.

Para contornar esse problema, o ministro Paulo Guedes solicitou ao Congresso, portanto, que não haja esse impedimento, agora em 2019.

Valor pago pelo programa às famílias

O valor médio do benefício, que é pago às famílias que vivem em situação de pobreza e de extrema pobreza (renda per capita de R$ 89,00 e entre R$ 89,01 e R$ 178,00), é de R$ 186,94.

Confira o artigo: Será que realmente é possível ter cartão de crédito do Bolsa Família? Entenda

O Bolsa Família atendeu número recorde de famílias no mês de maio/2019

De acordo com o ministério da Cidadania, esse crescimento aconteceu graças ao cruzamento de informações dos beneficiários. Assim, foi possível ampliar o número de famílias assistidas no Bolsa Família.

Somente neste mês de maio, foram incluídas 264 mil famílias no programa. Agora, no total, são 14,3 milhões de beneficiários, o maior número desde 2004, quando iniciou.

Veja também: Saiba o que é e quem tem direito ao 13º salário do Bolsa Família, pago pela Caixa

Um outro fator que contribuiu para esse recorde, além das melhorias no processo de controle, foi a crise econômica.

Como atua o programa e como faz para se inscrever?

Criado para combater a desigualdade social no país, o Bolsa Família atua, portanto, em três frentes:

  1. Complementação de renda;
  2. Acesso à educação, saúde e assistência social;
  3. Ações para o desenvolvimento das famílias beneficiadas.

As pessoas interessadas devem se inscrever no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal.

Além disso, devem procurar os Centros de Referência de Assistência Social ou  a prefeitura do seu município, encarregada do Programa.

Clique aqui para mais informações

Leia ainda: Caixa e BB: empréstimo de até R$ 15 mil para beneficiário do Bolsa Família e de baixa renda

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here