Saiba como se proteger de golpes financeiros e evitar prejuízos

Fique atento para não sair no prejuízo com golpes financeiros 

Saiba como se proteger de golpes financeiros e evitar prejuízos (imagem reproduzida do pinterest - golpes financeiros)
0 10

Fraudes e golpes financeiros estão cada vez mais comuns, principalmente golpes pela internet. Para te deixar alerta e fugir de golpes financeiros, hoje, 10 de novembro de 2021, a equipe do Humor do Mercado traz informações importantes. 

Com certeza você já recebeu um SMS chamativo e tentador, do tipo “clique e ganhe” ou, ainda, que lhe deixou preocupado, como “você possui pendências em sua conta”. É desta forma que os mal-intencionados conseguem fazer você cair em um golpe financeiro. 

Você pode gostar de ler: Você conhece o banco Inter? Conheça mais as suas funcionalidades

Os golpes financeiros mais comuns 

Existem diversos tipos de golpes. São ideias engenhosas e até espertas para conseguir acesso aos seus dados ou, até mesmo, se passando por agências bancárias e empresas, te deixando no prejuízo. Veja uma lista dos golpes mais comuns: 

  • Phishing: um termo em inglês para pescaria, na qual os bandidos “pescam” pessoas desprevenidas, que acabam fornecendo informações pessoais importantes. 
  • Boleto falso: muito comum, bandidos criam boletos em nome de empresas de luz e energia ou de vendedores, você paga o que acredita ser sua conta, mas na verdade transfere dinheiro para eles. 
  • Uso indevido de dados: geralmente, por meio de um vírus enviado por celular, os bandidos têm acesso aos seus dados, assim, eles conseguem realizar transações em seu nome.
  • Clonagem de cartão de crédito: um dos golpes mais antigos, por meio de maquinetas de cartão adulteradas ou sites de compras não confiáveis, as informações do seu cartão podem ser acessadas. É bem comum a tentativa de realizar compras em seu nome. 

Leia também: Tudo o que você precisa saber sobre inovação empresarial para o sucesso

Previna-se de golpes com dicas de segurança 

Comece a desconfiar de SMS incomuns ou de agências bancárias. Acompanhadas por um link, essas mensagens podem conter vírus que irão roubar suas informações e dar de mãos beijadas aos bandidos. Por isso, nunca clique em links que chegam por SMS. 

Tenha cuidado com seu cartão de crédito. Evite usá-lo em qualquer lugar que não seja de costume e confiança. Além disso, fuja de sites que não possuam proteção e seguro de compras. Esteja atento também à maquineta de cartão, caso perceba alguma adulteração, não realize o pagamento por ela. 

Ao usar um caixa eletrônico, nunca aceite ajuda de estranhos, pois eles podem estar à espreita esperando pela oportunidade de violar seus dados. Assim, caso precise de ajuda, dirija-se a uma agência bancária e solicite ajuda diretamente a um funcionário. 

Não compartilhe seus dados pessoais. Por vezes, pode acontecer de pedirem dados sigilosos, por isso desconfie e esteja atento. Se precisar atualizar qualquer informação em bancos, dirija-se até a agência ou entre pelo aplicativo do banco usando seu celular. Ninguém além de você precisa dos seus dados pessoais. 

Leia a seguir: FGTS: saiba quando e como você pode sacar seu fundo de garantia

Leave A Reply

Your email address will not be published.