Governo quer PEC para abaixar impostos sobre combustíveis e energia

Conheça a proposta do Presidente Bolsonaro para baixar impostos e diminuir o preço dos combustíveis e energia

Foto do revisor (Andreia Eliza)
Revisado por: (Andreia Eliza)
Anúncio
Baixe nosso aplicativo GOOD NEWS e desfrute do melhor conteúdo da internet!




O presidente Jair Bolsonaro quer a criação de Proposta de Emenda à Constituição (PEC) com o objetivo de baixar impostos para reduzir o preço dos combustíveis e da energia elétrica ainda este ano. Na verdade, o presidente segue incomodado com a alta inflação. Por isso, Bolsonaro quer negociar com o Congresso Nacional uma saída para a inflação. Hoje, 23 de janeiro de 2022, você verá o que o presidente disse sobre a PEC.

Continua depois da publicidade

Desta forma, aqui no Humor do Mercado nosso foco é falar de finanças e investimentos. Se você gostar desta matéria, compartilhe com mais gente. Quanto mais pessoas tiverem acesso a bons conteúdos, mais contribuiremos para uma educação financeira de qualidade. Veja agora o que o presidente disse sobre a nova PEC da redução dos impostos.

“Nós temos uma Proposta de Emenda à Constituição, que está sendo negociada com a Câmara e com o Senado, para diminuirmos, ou melhor, podermos ter a possibilidade de praticamente zerar os impostos dos combustíveis, PIS e Cofins”, afirmou Bolsonaro em sua live no Facebook.

Portanto, o jornal Estadão apurou que a proposta do governo de abaixar os tributos sobre combustíveis teria um preço alto para a arrecadação federal. Ou seja, o país deixaria de receber R$ 50 bilhões de impostos. Neste caso, o governo quer zerar as alíquotas de PIS/Cofins sobre gasolina, diesel e etanol.

Para você

Golpes mais comuns na internet: Veja quais são eles e como evitar de…

Continua depois da publicidade

No entanto, o Estadão disse que o impacto para o consumidor seria menor que o esperado pelo Presidente. Desta maneira, haveria redução entre R$ 0,18 e R$ 0,20 no preço do litro do combustível. Na verdade, o presidente afirmou que PEC daria “alívio” aos consumidores. “Se bem que a questão da inflação está no mundo todo acontecendo”.

Continua depois da publicidade

Técnicos do governo são contrários à medida

Por outro lado, Bolsonaro poderá ter dificuldades de propor tal PEC ao Congresso Nacional. Deste modo, o Estadão disse que técnicos da área econômica são contrários à proposta por ser cara em termos fiscais para uma redução pequena no preço dos combustíveis. Porém, o mesmo jornal disse que o Ministro da Economia, Paulo Guedes, não se opõe à medida.

Neste caso, o único ponto criticado pelo Ministro da Economia foi a criação de um fundo de estabilização para reduzir as oscilações nos preços dos combustíveis. Deste modo, as disputas políticas em torno do tema seguirão no Congresso Nacional. Por fim, assista abaixo esse vídeo do Band News sobre os impactos de abaixos os impostos sobre os combustíveis e energia:

Carregando comentários aguarde...
...
...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler

Política de Privacidade e Cookies