26 de junho – A oferta de empréstimos durante o período de pandemia de coronavírus no Brasil foi aumentada, assim como a procura. Para isso, foi criada a linha BNDES Crédito Pequenas Empresas. Veja, então, do que se trata e como contratar.

A a linha emergencial do banco de desenvolvimento do Brasil é exclusiva para atender micro e pequenas empresas que demonstrem queda nas receitas durante a pandemia. Contudo, os empresários que se interessarem devem comprovar que estão adequados aos requisitos.

BNDES crédito pequenas empresas é opção de empréstimo durante pandemia
BNDES crédito pequenas empresas é opção de empréstimo durante pandemia (Foto: Divulgação / BNDES)

Leia mais: Banco Central pode liberar pagamentos por Whatsapp no Brasil; entenda o caso

BNDES Crédito Pequenas Empresas: entenda a linha emergencial

Através de seu site oficial, o BNDES afirma que a linha de crédito foi criada com o intuito de:

“Oferecer crédito rápido e flexível para empresas de todos os portes, amortecendo os impactos financeiros da pandemia sobre os empreendedores e contribuindo para a manutenção de empregos no Brasil”.

Ou seja, o financiamento oferecido visa auxiliar na manutenção e geração de empregos. Sendo assim, trata-se de uma oferta de de capital de giro.

Pelo menos R$ 5 bilhões estão disponíveis para apoio às MPMEs – micro, pequenas e médias empresas.

Leia também: Governo da Bahia registra redução no isolamento social na noite de São João

Quem pode contratar essa linha de crédito do BNDES?

A linha atende a microempreendedores, micro empresas e pequenas empresas com faturamento anual de R$ 300 milhões, com limite anual de uso de até R$ 70 milhões.

Recentemente, a linha foi ampliada para atender a empresas de porte médio mais robusto, por terem mais empregados.

Como contratar a linha de capital de giro?

Para ter acesso ao crédito oferecido pelo Banco Nacional do Desenvolvimento, é necessário, portanto, cumprir cinco passos:

  • Primeiramente, deve-se entrar em contato com o seu banco de relacionamento;
  • Em seguida, abrir negociação com o banco sobre taxas, prazos, valores e garantias;
  • Depois que o contato for feito e a negociação for aberta, o banco enviará a proposta para validação do BNDES;
  • Posteriormente, será feita a análise em tempo real por parte do BNDES, que realiza a liberação de recursos; e
  • Por fim, o valor aprovado será repassado através do banco pelo qual foi feito o contato.

O BNDES garante um prazo de um a cinco anos para o pagamento total do financiamento, incluindo carência de no máximo dois anos. A garantia é de livre negociação entre a instituição financeira credenciada e a beneficiária do financiamento.

O cliente, no entanto, pode complementar a garantia utilizando o Fundo Garantidor do Investimento (BNDES FGI).

Leia ainda: GiroCaixa Pronampe: veja o passo a passo para contratar o empréstimo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui