Programa Casa Verde Amarela – Na última terça-feira (25), direto do Palácio do Planalto em Brasília, o presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido), lançou o Programa Casa Verde Amarela. Ele vai substituir o Programa habitacional anterior denominado, Minha Casa, Minha Vida.

Programa Casa Verde Amarela é lançado em substituição ao Minha Casa Minha Vida
Programa Casa Verde Amarela é lançado em substituição ao Minha Casa Minha Vida – Imagem: Divulgação G1

Consistindo em oferecer condições facilitadas para o financiamento da casa própria por famílias de baixa renda ou aquelas que se encaixavam nos requisitos do projeto, o MCMV (Minha Casa, Minha Vida) atuava desde 2009, quando foi criado pelo governo Lula.

Tendo isso em vista, o novo programa mantém a essência do anterior, mas com diversas mudanças que farão diferença na hora do financiamento e oferta aos beneficiários. Confira mais informações acerca.

Leia também: Inscrição para o Minha Casa Minha Vida 2020: saiba como realizar

O que é o Programa Casa Verde Amarela

O novo programa federal de habitação com condições facilitadas, batizado de Casa Verde Amarela, faz parte de um pacote de medidas sociais e econômicas elaboradas pelo governo, para recuperar a economia do país e oferecer melhores condições assistenciais às pessoas carentes.

Desse modo, o projeto prevê a reformulação do MCMV com medidas diferenciadas que tratam da ampliação do acesso; ou seja, mais pessoas poderão participar do programa, de acordo com a sua renda mensal.

Além disso, as taxas de juros serão diminuídas para beneficiários das regiões Norte e Nordeste, determinadas da seguinte forma:

  • 0,5 ponto percentual para famílias com renda mensal de até R$ 2 mil;
  • Ponto percentual de 0,25 para famílias com renda mensal de até R$ 2,6 mil.

De acordo com a Agência Brasil, sobre essa diminuição, o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, afirmou: “Nós teremos um tratamento diferenciado para as regiões que historicamente têm uma condição menor em relação aos seus índices de desenvolvimento humano.”

Também serão destinados fundos do governo para regularização fundiária e melhorias das moradias, como ampliação, reformas em geral, novas instalações, acabamentos e outros.

Ponto importante do novo programa habitacional

Outra mudança significativa do programa habitacional consiste na alteração das faixas de renda do MCMV. A partir de agora serão os grupos da Casa Verde Amarela, com condições diferenciadas e ampliação da concessão.

Dessa maneira, no programa MCMV, existiam 4 faixas de renda que atendiam às pessoas com determinadas rendas, mais baixas que atualmente. Com o novo programa, são 3 grupos. Confira o comparativo:

  • Programa MCMV – Faixas (conforme site oficial da Caixa)
  • 1: Renda mensal de até R$ 1,8 mil;
  • 1,5: Renda mensal de até R$ 2,6 mil;
  • 2: Renda mensal de até R$ 4 mil;
  • 3: Renda mensal de R$ 4 mil a R$ 7 mil.
  • Programa Casa Verde Amarela – Grupos
  • 1: Renda mensal de até R$ 2 mil;
  • 2: Renda mensal de R$ 2 mil até R$ 4 mil;
  • 3: Renda mensal de 4 mil até R$ 7 mil.

Portanto, com as alterações, o número de beneficiários será maior e as condições de financiamento melhoradas, uma vez que as taxas de juros foram diminuídas. Contudo, os contratos anteriores permanecem com as mesmas taxas e valores das prestações pactuadas.

Veja ainda: Novas regras do Minha Casa Minha Vida 2020 e a relação com o Cadastro Único; entenda

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui