A expectativa quanto à aprovação da margem 5 INSS novamente aumentou. Isso se deve à recomendação sobre os empréstimos previdenciários, feita pelo Conselho Nacional da Previdência Social (CNPS), que foi publicada no Diário Oficial da União na última segunda-feira (31).

Isso significa que o valor que pode ser obtido por aposentados e pensionistas por meio de empréstimos consignados pode ser maior, ou seja, comprometer uma parcela maior do benefício mensal.

Continue lendo e entenda a possibilidade de aumento dos valores passíveis de empréstimo consignado do INSS.

margem 5 INSS
Valores dos empréstimos aos aposentados e pensionistas do INSS poderá aumentar em 5%.

Também leia: Como saber a data do pagamento do meu benefício INSS? Confira

Margem 5 INSS: CNPS acena favoravelmente ao aumento dos empréstimos consignados

Conforme brevemente apontado acima, o CNPS realizou uma sugestão oficial ao Ministério da Economia para que haja o aumento da margem de empréstimo consignado do INSS.

A sugestão decorre da pandemia Covid-19 e das consequências econômicas causadas por ela.

Inúmeros beneficiários do INSS, pois, atualmente são responsáveis pelo sustento dos lares brasileiros, uma vez que o benefício não foi afetado pela pandemia, diferentemente de inúmeros empregos.

Contudo, para que a margem 5 INSS passe a valer e o valor do consignado seja aumentado, é necessário que a recomendação do CNPS seja adotada. Também, necessitará ser convertida em Proposta de Lei e ser aprovado perante as casas legislativas e pela Presidência da República.

Empréstimo consignado INSS: O que é?

O empréstimo consignado corresponde a uma operação de crédito cujas parcelas são descontadas diretamente do benefício previdenciário do segurado que a contratou.

Dessa maneira, ele corresponde a um empréstimo que é contratado pelo beneficiário diretamente com uma instituição bancária. Contudo, as regras aplicáveis são estabelecidas previamente pelo INSS, por isso a expectativa alta pelo aumento da margem 5 INSS.

Atualmente o valor do empréstimo se limita ao comprometimento de até 35% do benefício do benefício mensal.

Contudo, caso a margem 5 INSS seja aprovada será possível que o valor comprometa 40% do valor da aposentadoria ou pensão previdenciária.

Continue lendo: 14º para aposentados: Ofício pode auxiliar na criação da parcela extra

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui