27/07/2020 – Quanto a se inscrever no Cadastro Único pela Internet – O Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal é uma iniciativa assistencialista, que visa conhecer e caracterizar as famílias brasileiras de baixa renda. O objetivo maior é estruturar e elaborar projetos sociais e políticas públicas direcionadas à essa população.

Conhecido também como CadÚnico, o programa inclui as pessoas que cumprirem as regras de participação, as quais poderão ser beneficiadas com ajuda financeira e social. Saiba, portanto, como se inscrever no Cadastro Único e se é possível solicitar a inscrição de forma online.

Confira se é possível se inscrever no Cadastro Único pela internet
Confira se é possível se inscrever no Cadastro Único pela internet – Imagem: Divulgação Google

Leia também: Elegível via Cadastro Único e quem tem direito ao auxílio emergencial

Inscrição no Cadastro Único pela Internet?

De acordo com o site do Governo Federal (gov.br), não é possível efetuar o cadastramento por meio da Internet, pois é necessário comparecer ao órgão competente no município em que o interessado reside, como o CRAS (Centro de Referência da Assistência Social).

No entanto é possível saber se determinada pessoa está inscrita no Cadastro Único pela mesma web. Para tanto é necessário acessar o site do Meu CadÚnico e preencher as informações solicitadas.

Porém, em caráter excepcional, vale salientar, que em função da pandemia pelo novo Coronavírus, alguns municípios brasileiros elaboraram medidas para que os usuários acessem os serviços assistencialistas de forma online ou por telefone.

É necessário, portanto, consultar informações acerca do assunto, tanto nos meios eletrônicos (como o site da prefeitura) ou no próprio CRAS (Centro de Referência de Assistência Social), para verificar se o município está atendendo nessas modalidades à distância, inclusive para fins de cadastramento.

Tendo tudo isso em vista, lembramos que podem se inscrever no CadÚnico famílias ou pessoas que morem sozinhas e que se enquadrem em pelo menos um dos seguintes critérios:

  • Pessoas que não estejam em nenhuma dessas situações, , mas precise fazer o cadastro para receber um serviço que exija a inscrição;
  • Renda no valor de até R$ 522,50 por mês (a soma do salário de todas as pessoas da família, dividida pelo número de membros);
  • A soma dos salários de todas as pessoas da família for de até R$ 3.135,00 (três vezes o salário mínimo);
  • Pessoas que estiverem em situação de rua, seja uma pessoa sozinha em situação de rua ou uma família;

Portanto, inscrito no Cadastro Único, o participante tem direito a diversos serviços.

Serviços disponíveis por meio do Cadastro

Diversos programas utilizam o Cadastro Único para selecionar os potenciais beneficiários; por este motivo, a inscrição e a atualização cadastral são imprescindíveis.

Alguns dos programas que utilizam o CadÚnico são os seguintes:

  • Bolsa Família;
  • Programa Tarifa Social de Energia Elétrica;
  • Isenção de Taxas em Concursos Públicos;
  • ID Jovem;
  • Carteira do Idoso;
  • Minha Casa, Minha Vida;
  • Programa Bolsa Verde.

Como se percebe, o CadÚnico oferece diversos benefícios para os participantes, como dito anteriormente. Além de ser, claro, a principal ferramenta que o Governo utiliza para mapear e identificar pessoas que devem ser auxiliadas.

Veja ainda: Contestação em análise Cadastro Único: entenda como proceder

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui