13/07/20 – Programa criado pelo governo para auxiliar trabalhadores durante a pandemia de coronavírus, o Auxílio Emergencial já possui mais de 65 milhões de pessoas cadastradas. A maior parte delas movimenta o dinheiro através do Caixa Tem e em alguns casos ainda há dúvida sobre como fazer a vinculação de dispositivo ao CPF para utilizar o aplicativo.

A vinculação de dispositivo a um número de CPF (Cadastro de Pessoa Física) é fundamental para que a Caixa Econômica Federal consiga identificar o aparelho cadastro a um determinado cidadão.

Portanto, a medida tem como objetivo aumentar a segurança dentro do aplicativo destinado aos beneficiários do auxílio emergencial e trabalhadores que desejam acessar o FGTS. Além disso, reforçar o combate contra fraudes e estelionatos.

Entenda como fazer a vinculação de dispositivo ao CPF no Caixa Tem
Entenda como fazer a vinculação de dispositivo ao CPF no Caixa Tem (Foto: Freepik.com)

Leia mais: Consultar CPF pelo nome e data de nascimento tem trazido dúvidas aos usuários

Como fazer a vinculação de dispositivo ao CPF?

É necessário vincular o dispositivo ao CPF durante o processo de cadastro para começar a movimentar o aplicativo Caixa Tem.

  • Depois que o Caixa Tem tiver sido baixado na loja de aplicativos Android ou Apple, o usuário clicará na opção “Sou Beneficiário” para começar o processo de cadastro;
  • No passo seguinte, o número de CPF será pedido para que o app possa consultar e saber se o cidadão é, de fato, um beneficiário;
  • Posteriormente, um código será enviado por SMS ao número de celular cadastrado no aplicativo ou site do auxílio emergencial;
  • Para fazer login no aplicativo, será necessário inserir informações como CPF, nome completo, data de nascimento e endereço de e-mail. Além disso, uma senha será pedida;
  • Em seguida, o usuário deverá fazer login com as informações pedidas na tela e, a partir daí, será enviado para a tela inicial do Caixa Tem, onde clicará em “consultar o auxílio emergencial”;
  • E é nesse passo que acontecerá a vinculação de dispositivo a um CPF. Uma nova mensagem de texto (SMS) será enviada ao celular. O usuário deve digitar o código recebido dentro do campo pedido no aplicativo;
  • A vinculação será feita com a identificação do aparelho feita pelo aplicativo. O usuário terá de digitar um nome no campo “Nome do Dispositivo” para efetuar que o dispositivo seja devidamente vinculado ao seu CPF.

Leia também: Consulta benefício INSS pelo CPF: Aprenda como fazer

Possível erro no passo vincular o dispositivo

Em alguns casos, é possível que o usuário receba uma mensagem de erro, que diz “Este dispositivo não está vinculado”.

Para resolver esse problema, existe a possibilidade de fazer limpeza no cache do navegador, clicando em ferramentas e, em seguida, “limpar dados de navegação”; ou

Limpar o cache do aplicativo Caixa Tem. Nesse caso, o usuário terá de acessar a seção configurações de seu celular, procurar o aplicativo Caixa Tem e clicar em “limpar cache”.

Depois que a limpeza for feita, é necessário tentar refazer o processo de vinculação do dispositivo clicando em consultar auxílio emergencial dentro do Caixa Tem.

Leia ainda: INSS prorroga auxílio-doença; aprenda já como solicitar benefício

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui