Vinho é bebida fermentada que faz bem para o coração; saiba algumas combinações

O vinho é uma das bebidas fermentadas que mais encontra adeptos ao redor do mundo, sendo muito popular, inclusive, no Brasil. A bebida, que é feita com vários tipos de uvas e outras tantas específicas, de fato não nos reporta apenas ao espírito festivo, mas, também se apresenta, como ingrediente que traz benefícios à saúde  caso consumido com devida moderação.

A bebida fermentada feita a partir de uvas é produzida em diversos países do mundo, sendo que os produtores mais famosos correspondem à França, Portugal, Itália, Argentina e Chile, apesar de atualmente despontarem como produtores de ótimos exemplares a África do Sul e Austrália, por exemplo.

Além disso, a produção nacional também não fica para trás, obtendo destaque principalmente aquela que é promovida no sul do país. Porém, essa variedade causa, também, muitas dúvidas. Afinal, qual o melhor vinho e como combiná-lo? Confira as respostas abaixo.

Veja ainda: Milho Verde: confira hoje os benefícios desse alimento para a saúde

Vinhos: Quais os tipos da bebida?

Existem diversos tipos dessa bebida fermentada feita à base de uvas. Dentre eles estão os vinhos tintos, de cor avermelhada, brancos e rosés.

Vinho bebida fermentada
Conheça os benefícios das bebidas fermentadas (Imagem: Metrópoles)

Além disso, dentro de cada uma dessas categorias é possível encontrar variações quanto ao tipo de uva utilizada ou, ainda, o grau de doçura da bebida.

Assim, os vinhos secos são aqueles menos doces, nos quais não há adição de frutose, um tipo de açúcar. A doçura fica por conta dos vinhos suaves, sendo possível encontrar uma variação entre ambos que corresponde ao meio-seco ou demi-sec.

Em relação às uvas, as mais famosas são as do tipo Carmenére, Malbec, Merlot, Shyrah, Sauvignon Blanc e Chardonnay.

Quais os benefícios do vinho?

O vinho é conhecido não apenas por propiciar momentos festivos e embalar comemorações. Ele é famoso, igualmente, pelos benefícios trazidos à saúde.

Dentre esses benefícios estão:

  • Melhora da saúde cardíaca;
  • Diminuição do risco de diabetes;
  • Prevenção da doença de Alzheimer e da demência;
  • Diminuição dos sintomas da depressão.

Para que esses benefícios sejam sentidos é indicado o consumo diário de uma a duas doses da bebida.

Com quais alimentos é possível combinar a bebida?

Existindo diversos tipos de vinhos em relação ao grau de acidez, doçura e uvas utilizadas, também são variados os alimentos com os quais eles podem ser combinados.

Dentre elas estão carnes vermelhas e peixes, massas, queijos, castanhas e chocolates. Uma boa dica é observar quais comidas são indicadas no próprio rótulo da bebida, que geralmente vem instrumentalizado com boas indicações de consumo.

Qual o melhor vinho?

A resposta para essa pergunta é variável. Primeiro, sobre os benefícios trazidos à saúde, o vinho tinto realmente e inegavelmente é o mais favorável, pois possui maior número de polifenóis, o que beneficia o funcionamento do organismo.

Novamente, entretanto, ressalta-se que os benefícios dependem do consumo moderado da bebida. Isso porque ele não deixa de ser alcoólico e, portanto, acompanhado dos malefícios que o consumo excessivo de bebidas alcoólicas pode trazer à saúde, como hipertensão ou doenças do fígado.

Por outro lado, quando o questionamento sobre qual o melhor vinho se refere ao gosto, a resposta é variável e depende das preferências de cada um. Aliás, cabe destacar que o preço não define a qualidade da bebida!

Assim, a forma  que ajudará descobrir qual o tipo da bebida que melhor seja adequado a para você, seja em relação ao tipo ou uva utilizados, é mesmo realizando uma degustação variada do delicioso produto da uva.

Continue lendo: Bebida fermentada: Entenda o que é e sua diferença em relação às destilada

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.