Plantação de arroz: veja tudo que você precisa para ter boas produções

Considerado a opção de todos os dias, o arroz no brasil é consumido no almoço e no jantar

Arroz
0 32

- Advertisement -

O arroz é versátil, sendo um dos principais alimentos de mais da metade da população do mundo. Seja branco, negro ou vermelho, é sempre a opção do dia a dia. E hoje, 13 de outubro, o blog Casa & Agro, do site Tecno Notícias, traz tudo sobre a plantação de arroz, para você ficar por dentro desse assunto.

Considerado a opção de todos os dias, consome-se o arroz no Brasil no almoço e no jantar. Contudo, também consumido por algumas pessoas no café da manhã, como um cereal, e na sobremesa. 

Se você tem vontade de produzir o seu próprio arroz e não sabe por onde começar, continue lendo a matéria até o final. Assim, terá dicas preciosas, que poderão te ajudar bastante.

- Advertisement -

Assim, leia mais: Dicas de como plantar esse vegetal: passo a passo para cultivar a berinjela em casa

Saiba do que você precisa para iniciar a plantação de arroz

Localização geográfica, solo, temperatura, nutrientes. São diferentes aspectos a serem levados em consideração antes de se iniciar uma plantação de arroz.   

- Advertisement -

  • Local de plantio – O ideal é plantá-lo em regiões próximas de rios, lagos, ou que a incidência de chuva seja alta ou em locais que seja possível fazer a irrigação;
  • Escolha dos cultivares – Essa é uma etapa importante porque a escolha da cultivar ideal para determinada região aumenta a produtividade e pode diminuir o custo produtivo;
  • Solo – O solo é mantido coberto com água durante a maior parte do ciclo da cultura. A água é drenada somente dias antes da colheita;

Chimarrão: saiba mais sobre a bebida típica dos gaúchos e descubra seus benefícios para a saúde

  • Semeadura – As sementes são distribuídas diretamente no solo, seja na forma de sementes secas ou pré-germinadas, a lanço ou em linhas, em solo seco ou inundado; 
  • Rotação de cultura – A rotação de cultura é sempre recomendada e proporciona inúmeros benefícios, além de controlar plantas daninhas, pragas e doenças;
  • Plantio direto – Apenas um pequeno sulco com profundidade e largura suficientes para garantir uma boa cobertura e contato da semente com o solo aberto.  

No método manual, transplanta-se as mudas em áreas previamente drenadas, quando atingem 20 a 30 dias, o que corresponde a uma altura ao redor de 25 cm. Esse tipo de plantio, o custo de operações chega a ser 2,5 vezes menor que o da semeadura convencional, principalmente por utilizar menos maquinário. Agora é só você por em prática.

Portanto, veja também: Como plantar Ipê no seu quintal? Confira passo a passo para ter essa árvore linda e medicinal

Comentários
Loading...