Durante a madrugada de hoje (24/09), um funcionário da CBTU (Companhia Brasileira de Trens Urbanos) foi atropelado no metrô de BH por uma das composições. Segundo informações dadas por testemunhas que estavam próximas ao local, a vítima deixava o expediente. Assim, por conta da chuva que caía no momento, procurou abrigo perto dos trilhos.

O homem, que tinha 52 anos, foi atropelado no metrô de BH nas proximidades da estação do Carlos Prates, região noroeste da capital mineira. As informações, confirmadas pela PMMG (Polícia Militar de Minas Gerais) também foram confirmadas pela Companhia Brasileira de Trens Urbanos.

Leia mais: Câmara Municipal de Belo Horizonte: a quantidade de candidatos por vaga ao cargo de vereador é a maior do país

Homem atropelado no metrô de BH estava em local impróprio

Segundo informações dadas pela PM, e de acordo com as testemunhas, a vítima, que trabalhava na CBTU, saía do expediente. No momento, chovia, e por conta disso, ele e mais um colega de trabalho procuraram abrigo em um local já costumeiro para ambos.

Entretanto, em um dado instante, o colega afastou-se para atender a um telefonema. Foi então que ele percebeu que o trem estava se aproximando. Tentou avisar o companheiro, mas este não ouviu. De acordo com os depoimentos, o maquinista acionou o freio emergencial, mas a composição não parou a tempo e atingiu o homem pelas costas.

Confira também: Como está o Pantanal hoje: voluntário de BH relata choque ao ver a situação dos animais

As viagens não foram interrompidas nesta quinta devido ao horário do acidente
As viagens não foram interrompidas nesta quinta devido ao horário do acidente – Foto: Amanda Dias

O colega pediu socorro por meio do rádio, sendo que, logo que os paramédicos do Samu chegaram ao local, constataram que a vítima estava morta. Ninguém mais ficou ferido.

A CBTU esclareceu que uma equipe de segurança esteve no local e prestou todo o atendimento até que a equipe de emergência chegasse. As viagens não foram interrompidas, uma vez que o registro da ocorrência se deu logo depois do horário comercial. A operação ocorrerá normalmente.

Todos da CBTU lamentam o ocorrido com o funcionário atropelado no metrô de BH, permanecendo à disposição da família, bem como das autoridades. A investigação e apuração minuciosa dos fatos continuarão até a conclusão da perícia.

Você também pode gostar: Minas Consciente não terá adesão das cidades segundo o STF

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui