Hoje (16/09) o blog Tecno Notícias veio informar sobre os últimos acontecimentos na capital, foi descoberto um criador clandestino em Curitiba, somam cerca de 200 animais resgatados. A situação em que os animais se encontravam revoltou diversos moradores, pois era situações extremamente inadequadas.

Você também pode gostar de: Três integrantes de uma família vieram e óbito pela doença, após confraternização em Curitiba.

Cerca de 200 animais resgatados em Curitiba

Então, na capital do Paraná, um criador clandestino foi preso em flagrante pela Polícia Civil por manter cerca de 197 animais. Entre eles estavam cachorros, aves e roedores, em condições extremamente inadequadas de vida.

Leia aqui:Possível vacinação contra covid-19 pode ocorrer em janeiro, prevê Ministro da Saúde.

Esta operação dos animais resgatados, foi organizada pela Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA) em Curitiba. Ela foi realizada na última segunda-feira (14/09) na parte da manhã, logo após uma denúncia da Secretaria do Meio Ambiente de Quatro Barras, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC).

animais resgatados
Em Curitiba, uma operação foi feita e cerca de 200 animais resgatados de um criador clandestino que foi preso em flagrante. A situação em que os bichinhos se encontravam era totalmente inadequada, mas já estão sendo tratados. (Imagem: Pixabay)

Ademais, leia também:Segundo Secretária de Saúde, pode ocorrer uma volta às aulas antes de ter um vacina para a covid-19.

Enfim, durante uma entrevista à Banda B, o delegado Matheus Laiola comentou sobre o caso. “Nós fomos ao local com a ONG SOS 4 Patas – Campo Largo e com Instituto Fique Comigo. Lá, vimos as condições totalmente inadequadas que aqueles animais, comprovadamente em condições de maus-tratos, viviam”. Então, felizmente agora os animais resgatados estão sendo tratados e foram retirados daquele local inadequado.

Enfim, continue lendo em nosso blog:Em Curitiba, fumaça das queimadas do Pantanal encobrem a cidade; confira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui