Hoje (10/09) o blog Tecno Notícias veio informar sobre os novos acontecimentos, novos óbitos em Curitiba pela doença preocupam. Segundo o boletim epidemiológico, que foi divulgado na última quarta-feira (09/09), ocorreram outros 284 novos casos e 10 novas mortes em pelo covid-19 na capital.

Então, com essa nova atualização dos dados oficiais da pandemia, aumentam para 36.692 o total de infectados e para 1.092 os óbitos pelo novo coronavírus. Esses números se referem aos registros feitos na capital paranaense desde o mês de março. Mas é fato que esses novos óbitos em Curitiba preocupam.

Novos óbitos em Curitiba preocupam

Segundo informações da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), entre essas novas vítimas fatais da da doença, estavam seis mulheres e quatro homens, que tinham entre 32 e 86 anos de idade. Ainda de acordo com informações da secretaria, todos tinham fatores de risco para complicações provocadas pela doença. As datas em que ocorreram os óbitos não foram divulgadas pela SMS.

Entre os contaminados pela covid-19, 4.380 seguem na fase ativa da doença, e podem transmitir o vírus. No entanto, felizmente 31.220 pacientes já se encontram curados da doença. Além deles, outros 651 casos suspeitos estão atualmente em estado de investigação e monitoramento pelas autoridades de saúde do município aguardando resultados.

Atualmente na capital, 81% dos 349 leitos de UTI exclusivos para a doença do Sistema Único de Saúde (SUS) estão ocupados na última quarta-feira (09/09). Segundo informações da prefeitura de Curitiba, na cidade há 67 leitos do SUS livres nos hospitais, que podem receber pacientes com covid-19 ou com quadro de síndrome respiratória aguda grave (SRAG).

novos óbitos em Curitiba
De fato, os novos óbitos em Curitiba preocupam. (Imagem: Pixabay)

Enfim, a quantidade de pacientes atualmente internados com o novo coronavírus em hospitais públicos e privados de Curitiba, não foi informada no boletim divulgado na última  quarta-feira (10/09), pela Secretaria Municipal da Saúde. No entanto, os novos óbitos em Curitiba preocupam as autoridades de saúde.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui